Who If I Cry Out

Who If I Cry Out Three months to live Jose Maria a contemplative engineer in late middle age and now a victim of leukemia has received a death sentence from his doctor His life has been a frustrating nonfulfillment

  • Title: Who If I Cry Out
  • Author: Gustavo Corção Clotilde Wilson
  • ISBN: 9780292789715
  • Page: 350
  • Format: ebook
  • Three months to live Jose Maria, a contemplative engineer in late middle age, and now a victim of leukemia, has received a death sentence from his doctor His life has been a frustrating nonfulfillment of his early hopes, and his musings are many and varied as his life wanes The Brazilian writer Corcao s remarkable novel is the diary of this thoughtful man facing the immThree months to live Jose Maria, a contemplative engineer in late middle age, and now a victim of leukemia, has received a death sentence from his doctor His life has been a frustrating nonfulfillment of his early hopes, and his musings are many and varied as his life wanes The Brazilian writer Corcao s remarkable novel is the diary of this thoughtful man facing the imminent prospect of death and trying to find the meaning of life and of death while evaluating his own existence.

    • Free Read [Mystery Book] ↠ Who If I Cry Out - by Gustavo Corção Clotilde Wilson æ
      350 Gustavo Corção Clotilde Wilson
    • thumbnail Title: Free Read [Mystery Book] ↠ Who If I Cry Out - by Gustavo Corção Clotilde Wilson æ
      Posted by:Gustavo Corção Clotilde Wilson
      Published :2019-06-03T13:19:16+00:00


    About “Gustavo Corção Clotilde Wilson

    • Gustavo Corção Clotilde Wilson

      Gustavo Cor o foi um escritor e pensador cat lico brasileiro, autor de diversos livros sobre pol tica e conduta, al m de um romance Foi membro da antiga Uni o Democr tica Nacional UDN e um expoente do pensamento conservador no Brasil.Sua obra influenciada pelo Distributismo, a apologia cat lica do escritor ingl s G.K Chesterton, influ ncia extensamente explicada no seu ensaio Tr s Alqueires e uma Vaca Entretanto, uma outra influ ncia sobre o seu pensamento veio do fil sofo Jacques Maritain.Formado engenheiro, Cor o s obteve notoriedade no campo das id ias aos 48 anos, ao publicar o livro A Descoberta do Outro, narrativa autobiogr fica de sua convers o ao catolicismo influenciado por Alceu Amoroso Lima Como engenheiro, era um apaixonado pela eletr nica Foi durante anos professor dessa disciplina na Escola t cnica do Ex rcito, atual Instituto Militar de Engenharia O amor eletr nica e m sica sacra levou o a ser um estudioso e int rprete de rg o Hammond Este instrumento musical tornou se uma de suas paix es, tanto pela engenhosidade de sua constru o como por sua sonoridade.Sua produ o liter ria e seu estilo foram considerados por muitos na mesma altura da de Machado de Assis, autor que o inspirou a produzir e publicar uma antologia de Assis.Sobre Gustavo Cor o, Raquel de Queiroz afirmou em 1971 A maioria dos brasileiros conhecem duas faces de Gustavo Cor o Uma, a do escritor ex mio, a usar como ningu m a l ngua portuguesa, o autor que, vivo ainda, gra as a Deus, um indiscut vel cl ssico da literatura nacional A segunda face a do anjo combatente, de gl dio na m o, a castigar os impostores que vivem a gritar o nome de Deus e da Sua Igreja, n o para os louvar, antes para apregoar na feira inocente til do progressismo.O pensamento de Gustavo Cor o caracteriza se por uma postura pol tica conservadora, inimiga do catolicismo liberal e favor vel ao di logo com a esquerda, representado por Alceu Amoroso Lima, Sobral Pinto, e Dom H lder C mara, e pela defesa do tradicionalismo lit rgico e doutrin rio, o que o colocou em posi o de antagonismo em rela o Igreja que emergiu do Conc lio Vaticano II conc lio convocado pelo Papa Jo o XXIII e encerrado pelo Papa Paulo VI.Cor o apoiou a derrubada do governo de Jo o Goulart pelo movimento encabe ado pelos militares, em 1964, pois entendia que esse governo abria as portas para o comunismo e, consequentemente, para a influ ncia sovi tica no Brasil, implicando no fim da democracia e das liberdades individuais, incluindo a liberdade de possuir uma f religiosa.Suas pol micas com cat licos menos conservadores e com as esquerdas, ocorriam em grandes jornais como O Globo, Rio de Janeiro e O Estado de S o Paulo.



    600 thoughts on “Who If I Cry Out

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *